Os top 10 importantes: Passeie pelos lugares que não se pode perder

Vai ficar alguns dias em Genebra e deseja descobrir os lugares que são a alma e a história da cidade? Siga o guia pelos grandes símbolos de Genebra.
1) O Jato d’água – que não devia ser apenas um

Do alto de seus 140 m, o Jato d’água se tornou ao longo dos tempos um verdadeiro emblema de Genebra.

A graça da história é que o célebre Jato d’água é quase fruto do acaso. Em 1886, a usina hidráulica que distribuía a força motriz do Ródano aos artesãos e relojoeiros genebrinos foi obrigada a criar uma evacuação a céu aberto da água em sobrepressão, assim que as oficinas fechavam à noite.

O lugar provocou tanto entusiasmo e paixão que era uma vez: o Jato d’água nasceu.

 

 

jet d'eau woman relaxing
2) Genebra, berço da relojoaria

Foi no século XVI que aparecem os nomes dos relojoeiros suíços e Genebra se torna o berço da relojoaria.

Na época, em seguida à reforma de João Calvino, os genebrinos deviam seguir um código de vestimento e se vestir tão simples quanto possível. Mas, recusando a se despir de todos os ornamentos, a população genebrina decidiu pela compra de relógios e os joalheiros, para satisfazer os pedidos, se transformaram logo em relojoeiros.

E foi assim que o artesanato relojoeiro genebrino viu a luz do dia. Entre tradição e precisão, Genebra é hoje o símbolo da alta relojoaria.

horloge fleurie sky view
3) Muro dos Reformadores: ponto histórico

Uma parada imprescindível no coração da História! No meio do Parque dos Bastiões se encontram os grandes atores da Reforma, João Calvino, Guilherme Farel, Teodoro de Beze e John Knox, que os recebem na forma de estátuas gigantes e baixo-relevos.

"Post Tenebras Lux", o lema de Genebra, está gravado nesse muro. O monumento, erguido entre 1909 e 1917, lembra os principais eventos e pessoas que nos séculos XVI e XVII promoveram a difusão da Reforma calvinista em Genebra e no mundo.

Genebra, na época, era o ponto de encontro de todos os adeptos da Reforma.

mur des reformateurs
4) A cidade antiga: pequenos segredos e atmosfera medieval

Uma pequena jóia histórica com charme medieval!

A maior cidade histórica da Suíça, a cidade antiga, é dominada pela Catedral São Pedro, local privilegiado da Reforma. 157 degraus nos levam para o alto dessa torre e um panorama único da cidade. Podem acreditar, a vista panorâmica valem o esforço! Em seguida, percam-se nas encantadoras ruelas nos arredores. Cada uma delas engloba numerosos tesouros da história de Genebra. E vos contamos um pequeno segredo: numerosas passagens secretas ligam as ruelas da cidade antiga entre si. Não hesitem em encontrá-las e percorre-las!

geneva from sky
5) Museus: a felicidade de aprender

Lugar cultural privilegiado, Genebra oferece uma infinidade de descobertas únicas.

O Museu da Reforma leva todos através da história das religiões e da vida genebrina, o Museu da Cruz Vermelha os transporta ao coração da Genebra internacional, o Museu Patek Philippe diz as horas com toda a precisão no ritmo do know how de relojoaria.

E não acabou, numerosos museus e exposições aguardam vocês.

 

 

museum women walk
6) Carouge : la bohème, la bohème

"La bohème, la bohème", quer dizer, somos felizes.

Pequenas ruelas de aldeia, lojas encantadoras e ambiente acolhedor, é bom viver em Carouge.

Esse bairro tão próximo de Genebra se distingue pela vida local palpitante e as numerosas animações por todo o ano. A arquitetura, digna de uma pequena aldeia italiana, encanta os visitantes e os pequenos cafés e restaurantes, oferecendo momentos agradáveis de reencontro em torno de um cálice ou de uma boa refeição!

carouge
7) CERN: a World Wide Web

Voltemos a março de 1989, o dia em que Tim Berners-Lee, um cientista do CERN - Conselho Europeu para a Pesquisa Nuclear, a Organização Europeia de Pesquisa Nuclear em Genebra, apresentou uma proposta a seu chefe.

Ele propôs uma ideia revolucionária: desenvolver um método radical para ligar e compartilhar informações pela Internet. Na época, foi necessário algum tempo a Berners-Lee para pôr em prática a ideia e, no entanto, sabem de uma coisa?

Foi assim que a World Wide Web nasceu e o desenvolvimento de sites na Web começou. Para podermos, hoje, postar as fotos mais lindas de Genebra no Instagram! 

 
cern day blue sky
8) Palácio das Nações - A Genebra internacional

Um ar de paz e ventos de liberdade sopram sobre Genebra, símbolo da cena internacional, onde todos os anos um grande número de encontros de cúpula têm lugar.

Construído entre 1929 e 1936, o Palácio das Nações abriga a sede europeia das Nações Unidas e é, depois de Nova York, o maior centro da ONU. Mais de 25.000 delegados são acolhidos ali todos os anos e numerosas obras de artes são expostas lá.

Além disso, o Palácio abre suas portas todos os dias para visitas guiadas apaixonantes! 

onu_un1
9) O Quartier des Bains

O Quartier des Bains resume a arte de viver! Esse bairro vibrante e multicultural de Genebra abriga numerosas galerias de arte e exposições.

Desde o MAMCO, até o Centro de Arte Contemporânea, passando por numerosas galerias e suas exposições de qualidade, o Quartier des Bains se tornou a plataforma europeia da arte moderna. Bistrôs e bares da moda contribuem para a animação da vida noturna!

Não se pode perder: o evento "Vernissages Communs", um vernissage coletivo organizado três vezes por ano, que permite descobrir obras de todos os horizontes.

 

 

Quartier des Bains
10) Escapada ao Salève, vamos para o alto!

Um paraíso de paz se abre a alguns minutos de Genebra.

Não, não é sonho! A algumas paradas de ônibus do centro e após 5 minutos de teleférico, vocês se encontrarão no alto da montanha! Uma vista mágica de Genebra e seus arredores espera a todos.

Caminhadas, parapente, mountain bike ou esqui cross-country no inverno, os esportistas também ficarão encantados com esta escapada! 

saleve view